Notícias

‘Antes de anunciar asfalto a R$ 99, prefeito tem de entregar quadras prometidas’, diz Pietro

18 de fevereiro de 2016
dsc_0006 (1)

 

Perfil do prefeito, no Facebook, em que ele anuncia programa ‘Asfalto Cidadão’, só recebe críticas

 

“Antes de o prefeito [Marcelo Rangel, PPS] anunciar o programa de asfalto a R$ 99, ele precisa entregar as mais de 90 quadras que foram compradas pela população e que até agora não foram entregues. A população está cansada de mentira”.

Assim, o vereador Pietro Arnaud (Rede) se pronunciou, na tarde desta quinta-feira (18), em relação ao fato de que, no dia 30 de julho de 2015, o prefeito assinou um decreto – “que até agora não foi publicado” – criando o chamado “Plano de Pavimentação Comunitária”, mas “que até agora não saiu do papel”. “As pessoas não acreditam mais nesta administração municipal”, afirma.

Pietro citou que, em seu perfil na rede social Facebook, o prefeito, após ter lançado o programa “Asfalto Cidadão”, onde promete vender “asfalto de qualidade a 99 reais”, os internautas vêm demonstrando insatisfação e “criticam bastante” Marcelo Rangel. “A maior indignação é das pessoas que pagaram um alto preço pelo asfalto e que ainda não receberam a benfeitoria. A segunda reclamação é de que, para eles, [o asfalto] foi muito mais caro e que agora, em tempo de eleição, o prefeito vem com essa conversa”, diz Pietro.

 

Plano e programa

Em 29 de julho do ano passado, o prefeito Marcelo Rangel assinou decreto criando o “Plano de Pavimentação Comunitária”, que autorizava moradores a contratar obras de pavimentação diretamente com empreiteiras credenciadas. Conforme o decreto, todos os custos dos serviços contratados deveriam ser arcados pelos contribuintes e, ao poder público, caberia o credenciamento das empreiteiras, a análise dos projetos e a fiscalização das obras.

Nesta quarta-feira (17), Marcelo Rangel anunciou o lançamento, via Companhia Ponta-grossense de Serviços (CPS), do programa “Asfalto Cidadão”, com o objetivo de oferecer pavimentação “sob condições únicas e especiais de pagamento aos munícipes”. Na prática, trata-se da ampliação do prazo para pagamento, com redução na taxa de juros, na contratação de serviços de pavimentação realizados pela CPS.

Foto: Divulgação/PMPG