Notícias

Pietro Arnaud destina R$ 770 mil para 31 entidades sociais

7 de março de 2018
emendas-entidades

Emendas foram incluídas no Orçamento do município para o exercício de 2018

O vereador Pietro Arnaud (Rede) destinou um total de R$ 770 mil para 31 entidades sociais da cidade. O valor é oriundo de emendas aditivas ao Orçamento do município para o exercício de 2018 (Projeto de Lei 319/2017; Lei Municipal 13.052, de 27 de dezembro de 2017), aprovadas durante a sessão ordinária de 18 de dezembro de 2017.

Com exceção da Associação dos Deficientes Físicos de Ponta Grossa (ADFPG), que poderá receber uma verba de R$ 150 mil (Emenda 041/2017), a cada uma das demais entidades sociais beneficiadas por Pietro foi destinado um valor de R$ 20 mil. São elas:

  • Associação Arautos do Evangelho do Brasil – Filial Ponta Grossa, Emenda 063/2017;
  • Associação Artesanal do Excepcional de Ponta Grossa (Assarte), 035/2017;
  • Associação Comunitária de Apoio ao Centro Ponta-grossense de Reabilitação Auditiva e da Fala (Cepraf) Geny Jesus Souza Ribas, 039/2017;
  • Associação de Oficinas de Caridade de Santa Rita de Cássia da Senhora Santana, 030/2017;
  • Associação de Pais e Amigos do Deficiente Visual (Apadevi), 037/2017;
  • Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Ponta Grossa, 036/2017;
  • Associação de Proteção ao Autista (Aproaut), 040/2017;
  • Associação Ponta-grossense de Assistência à Criança Defeituosa (APACD), 042/2017;
  • Associação Ponta-grossense de Emancipação Para Deficientes (Apedef), 044/2017;
  • Associação Ponta-grossense de Portadores de Deformidades Faciais (APPDF), 056/2017;
  • Associação Reviver de Assistência ao Portador do Vírus HIV, 033/2017;
  • Associação SOS Bichos de Rua, 064/2017;
  • Casa do Idoso da Ação Social Santa Rita de Cássia, 051/2017;
  • Centro de Equoterapia dos Campos Gerais, 058/2017;
  • Centro Espírita União e Humildade, 031/2017;
  • Escola Profissionalizante Piamartina Instituto João XXIII, 060/2017;
  • Grupo de Apoio às Adoções Necessárias, 059/2017;
  • Instituto Educacional Duque de Caxias (Idec) – Aldeia da Criança Doutor David Federmann, 054/2017;
  • Instituto Educacional Duque de Caxias (Idec) – Aldeia da Criança, 050/2016;
  • Instituto Educacional Duque de Caxias (Idec) – Centro de Educação Infantil (CEI) Ana Neri, 048/2017;
  • Instituto Educacional Duque de Caxias (Idec) – Cidade dos Meninos, 057/2017;
  • Instituto Educacional Duque de Caxias (Idec) – Escola de Guarda-Mirim Tenente Antonio João, 053/2017;
  • Instituto Educacional Duque de Caxias (Idec) – Lar Odilon Mendes, 049/2017;
  • Instituto Educacional Duque de Caxias (Idec) – Recanto Maria Dolores, 055/2017;
  • Instituto Klimionte Ambiental (IKA), 062/2017;
  • Núcleo Promocional Pequeno Anjo, 032/2017;
  • Organização Doutores Palhaços SOS Alegria, 065/2017;
  • Sociedade Afrobrasileira Cacique Pena Branca, 052/2017;
  • Sociedade Beneficente São Pedro Apóstolo, 061/2017; e
  • Sociedade Espírita Francisco de Assis de Amparo aos Necessitados, 034/2017

“Nossas entidades assistenciais prestam, todos sabem, um serviço que é do Poder Público, e o fazem muito melhor. Temos visto um aumento na demanda das instituições e, assim, precisamos prever mais recursos para essas entidades”, diz Pietro. “Nossas emendas são uma previsão. Por isso, abrem no Orçamento uma fatia maior do que a já existente para cada entidade. Entretanto, uma vez que não se trata de emenda impositiva, agora o governo municipal precisa ter boa vontade para realizar os pagamentos a partir dos projetos das entidades”, completa.