Notícias

Pietro propõe reunião suprapartidária para trazer UTI pediátrica e neonatal a Ponta Grossa

29 de junho de 2015
uti-neonatal

O vereador Pietro Arnaud (PTB), vice-presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa, utilizou a tribuna, no início da sessão ordinária do dia 29 de junho, para falar sobre a questão da falta de leitos de UTIs pediátrica e neonatal na cidade. Ele propôs a realização de uma “reunião suprapartidária” para discutir o aumento do número de leitos de UTI pediátrica e a aquisição de uma ambulância para o transporte de crianças que precisam de UTI para Curitiba.

“Precisamos mobilizar todas as lideranças políticas de Ponta Grossa, os nossos deputados estaduais e federais, para tratar de um assunto bastante importante: hoje, nós não temos vagas pediátricas e nem de UTI neonatal nos hospitais da cidade”, disse Pietro. Ele contou que, recentemente, conversou com uma médica pediatra que trabalha no Hospital Evangélico e na Santa  Casa de Misericórdia sobre as dificuldades que o município tem, hoje, em relação ao transporte das crianças que precisam ser internadas em UTI para Curitiba. “Durante o [último] final de semana, houve o caso de uma criança que precisou de um atendimento em UTI. O que acontece é que estamos em uma situação difícil, porque a Central de Leitos não está instalada em Ponta Grossa, mas em Curitiba, e estamos sem acesso a essas informações”, relatou.

Pietro sugeriu que na próxima semana seja realizada uma reunião suprapartidária com a presença dos deputados federais Aliel Machado (PC do B) e Sandro Alex (PPS) e estaduais Péricles de Holleben Mello (PT), Plauto Miró Guimarães (DEM) e Marcio Pauliki (PDT). “Com força política, precisamos trazer mais leitos de UTI pediátrica e também conseguir uma UTI móvel, que, infelizmente, Ponta Grossa não tem”, disse Pietro, lembrando que o prefeito Marcelo Rangel (PPS) fechou dez leitos de UTI pediátrica no Hospital da Criança João Vargas de Oliveira.